sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Conto: Conte a um amigo


Conto: Conte a um amigo.

Olá menininha.
O que está fazendo?
Chorando sozinha,
Porque esta doendo.

Onde dói pequena criança,
Para estares chorando assim?
Dentro do meu coraçãozinho,
Porque ninguém liga para mim.

Não é verdade minha querida,
Eu me preocupo com você.
Fale do seu problema,
E eu vejo o que fazer.

Vou começar desde o começo,
Mas não sei se vai gostar.
Vou contar a minha história
Para você me ajudar.

Conte minha pequena,
Estou aqui para te ouvir.
Mesmo que seja difícil.
Prometo. Não vou fugir.

A vida era muito divertida.
Eu brincava e o sol sorria.
Um vento forte soprou
E a sombra com ela chegou.

Tentei fugir da grande sombra,
Mas não consegui escapar.
Ela é tão grande e eu pequena,
E só sabe machucar.

Como pode alguém ser capaz
De fazer tanta maldade?
Com uma criança tão pequena.
Mas que calamidade!

Não conte a ninguém,
Por favor...
A sombra pediu
E ameaçou.
Eu sou uma criança
Um pouco danada
E às vezes faço
Coisa errada.
Também me sinto um pouco culpada.

Crianças são inocentes,
Não precisa se culpar.
Às vezes por não saberem,
Podem até errar.
Mas isso não justifica
Alguém te machucar.
Bater nunca foi o jeito certo de educar.

Mas então o que fazer
Se uma criança desobedecer?
Conversar e conversar
Até ela entender.

Crianças são espertas
E aprendem bem depressa.
É só saber falar.
Com paciência expressar.

Que bom conversar contigo,
Meu amigo querido.
Agora tenho de ir,
Não se esqueça de mim.



Jamais me esquecerei
Da pequena que encontrei.
Chorando, desconsolada.
Uma criança machucada.
Eu prometi.
Eu vou cumprir.

O amigo voltou
E a presenteou.
Duas asas tão belas,
Agora eram dela.

A menina as vestiu
E logo partiu.
Bem alto voou:
̶  Livre estou!

A sombra não a seguiu.
Simplesmente sumiu.
Tudo foi resolvido
Com a ajuda de um amigo.




O coração é tão pequeno
Para deixá-lo sofrendo.
Se alguém te machuca,
Procure ajuda.

Fale disso para pessoas
Que sempre te foram boas.
Conte a seus amigos
O que acontece contigo.

Acredite na felicidade
Que vem da liberdade.

Que o seu dia seja lindo
Recheado de carinho.

Lembre-se:
Quem ama protege.

Quem ama Não fere.

by. Dayla Assuky

Foi escrito para o concurso Saraiva de literatura,
mas tristemente não foi aceito. Não tem problema,
a vida segue e minha vontade de contar histórias
só aumenta. Beijão pessoal ♥

O que achou da história? Comente!

Gostou? Compartilha no seu perfil ♥

Não perca as novidades! Siga o blog!!!
Cadastre seu e-mail no inicio desta página!

Dayla Assuky

Anúncio

Outras Postagens